retificando

Cujo ou cuja? Qual a diferença?

Usar corretamente cujo ou cuja se tornou uma verdadeira pedra no sapato dos usuários da língua portuguesa.
A grande dificuldade reside no fato de que quase nunca utilizamos essas palavras.
Mas vamos explicar o assunto de uma forma muito simples para que você possa empregar facilmente os termos em análise.


Pronomes relativos

As palavras cujo e cuja são gramaticalmente classificadas como pronomes relativos.
Antes de adentrarmos ao estudo propriamente dito, vejamos o conceito desses pronomes:
Pronomes relativos são pronomes que substituem um termo da oração anterior e estabelecem relação entre duas orações.
Essa substituição ocorre para se evitar o uso repetitivo de palavras.
Por exemplo...
  • João comprou um carro novo. O carro comprado por João contém muitos acessórios sofisticados.
Para evitarmos o uso repetitivo da palavra carro, vamos usar o pronome relativo que, o qual irá substituir a palavra carro.
Veja como fica:
  • João comprou um carro novo, que contém muitos acessórios sofisticados.
Observe que o pronome relativo que substituiu a palavra carro.


Pronome relativo cujo

O pronome multicitado tem duas importantes peculiaridades:
  1. Substitui a palavra anterior ligando-a com a palavra posterior.
  2. Sempre indica a ideia de posse.
Vejamos alguns exemplos, a fim de facilitar o entendimento.

Frases com o pronomes cujo
  • O filme Matrix, cujo protagonista foi Keanu Reeves, é um clássico do cinema.
Observe que o pronome cujo substitui a palavra Matrix e, ao mesmo tempo, faz uma ligação com a palavra protagonista, estabelecendo uma relação de posse.
Caso o cujo não fosse utilizado, a frase seria reescrita da seguinte forma:
  • O filme Matrix é um clássico do cinema. O protagonista do filme Matrix foi Keanu Reeves.
Veja mais frases com a palavra cujo:
  • Feliz é a nação cujo Deus é o senhor (Deus é o senhor da nação).
  • A empresa cujo dono foi preso faliu (o dono da empresa foi preso)
  • O homem cujo nome foi divulgado está desaparecido (o nome do homem foi divulgado). 
Cujo ou cuja? Qual a diferença?

Cujo ou cuja?

O pronome em análise é variável, ou seja, pode variar de acordo com o gênero e com o número.
Pois bem, para saber quando você deve usar cujo ou cuja corretamente, basta olhar para o termo que vem depois do pronome (cujo ou cuja).
Se o termo posterior é uma palavra do gênero masculino, você deve usar cujo. Se o termo posterior é uma palavra do gênero feminino, você deve usar cuja.
Por exemplo...
Esse é o rapaz cujo pai morreu (o pai do rapaz morreu).
Essa é o rapaz cuja mãe morreu (a mãe do rapaz morreu).

Compramos um automóvel cujo modelo é mundialmente conhecido (o modelo do automóvel).
Compramos um automóvel cuja marca é mundialmente conhecida (a marca do automóvel).

Em resumo:
Cujo → palavra posterior masculina.
Cuja → palavra posterior feminina.

Viu como é fácil?!
Para conferir mais dicas legais, acesse:

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.