retificando

É necessário ou é necessária?

Essa dúvida surge todas as vezes em que vamos utilizar a expressão é necessário ou é necessária seguida de substantivo feminino.
As duas formas estão corretas, mas não podem ser utilizadas indiscriminadamente e é importante prestar atenção em quais contextos aplicar cada um dos termos.
No blogue Retificando, você confere os contextos e os usos para não errar mais!

Determinantes do substantivo

Antes de tudo, precisamos entender o que são os determinantes do substantivo.
As palavras adjetivas ー como também são conhecidos os determinantes do substantivoー servem para especificar o significado do substantivo, acrescentando informações ao mesmo.

Veja os exemplos abaixo para facilitar o entendimento destes conceitos:
  • O menino saiu mais cedo da aula.
  • Aquele menino saiu mais cedo da aula.
  • Três meninos saíram mais cedo da aula. 
No primeiro exemplo, o artigo definido “O” especifica que se trata de um menino em específico. 
No segundo,“Aquele” indica a posição na qual o menino se encontra (distante da pessoa que fala).
Por fim, o numeral “Três”, no terceiro exemplo, marca a quantidade de meninos.
Os determinantes concordam em número e gênero com o substantivo ao qual se refere e podem ser numerais, artigos ou pronomes.
Para saber quando a forma correta é é necessário ou é necessária, precisamos verificar se o determinante está ou não presente na frase.

Concordância com o determinante

Havendo um numeral, pronome ou artigoㅡ ou seja, palavras adjetivas, que determinem o substantivoㅡ a concordância entre o substantivo e o termo “necessário” é obrigatória.
Assim, você deve utilizar as formas é necessário, é necessária, são necessárias ou são necessários, dependendo do determinante.

Frases com as expressões variáveis

  • É necessário o comprometimento dos alunos nas aulas.
  • É necessária a compreensão por parte dos professores.
  • São necessários três pontos para o aluno passar de ano.
  • São necessárias essas medidas para melhorar a qualidade das aulas.

Concordância sem o determinante

Não havendo a presença de um determinante, a expressão é necessário permanece invariável, ou seja, não concorda nem em número e nem em gênero com o substantivo. Veja os exemplos abaixo.

Frases com expressões invariáveis

  • É necessário comprometimento dos alunos nas aulas.
  • É necessário compreensão por parte dos professores.
  • É necessário perseverança para tirar boas notas.
  • É necessário medidas para melhorar a qualidade das aulas.

Com o verbo subentendido

Existem contextos em que o verbo está subentendido na frase. Nesses casos, a expressão “é necessário” permanece invariável. Nestes casos, devemos ter muito cuidado para não cometermos erros gramaticais.
Dê uma olhada nos exemplos abaixo:
  • É necessário segurança na cidade.
  • É necessário paciência para vencer a crise.
  • É necessário esperança no Brasil.
  • É necessário prudência ao andar nas ruas da cidade. 
Agora, veja os verbos que estão subentendidos:
  • É necessário [ter] segurança na cidade.
  • É necessário [ter] paciência para vencer a crise.
  • É necessário [ter] esperança no Brasil.
  • É necessário [ter] prudência ao andar nas ruas da cidade.

É necessário ou é necessária: qual é o certo?

Você já percebeu que as formas é necessário e é necessária existem na língua portuguesa e que ambas estão corretas.
A questão é apenas atentar para o contexto em que elas se aplicam. Tudo vai depender da presença ou não do determinante do substantivo, que pode ser um numeral, um pronome ou um artigo.
Havendo o determinante, a expressão “é necessário” concorda em gênero e em número com o substantivo ao qual se refere.
Não havendo o determinante, o termo permanece invariável e se utiliza é necessário.
Além disso, o termo não varia em casos de verbos subentendidos na oração.
É necessário ou é necessária?

Casos similares

Existem outros casos nos quais as regras que se aplicam a é necessário e é necessária são as mesmas. 
Ocorrem com os termos é bom e é boa, é proibido e é proibida, é obrigatório e é obrigatória, é permitido e é permitida e, embora não seja tão usual, é preciso e é precisa. Veja alguns exemplos:
  • Água é bom para a nossa saúde./A água é boa para a nossa saúde.
  • É proibido entrada de animais./É proibida a entrada de animais.
  • É obrigatório apresentação de documentos./É obrigatória a apresentação de documentos.
  • É permitido entrada de visitantes./É permitida a entrada de visitantes.
  • É preciso consciência./É precisa a consciência. 
Dúvidas esclarecidas? Lembre-se: tudo dependerá do determinante.
Você também pode se interessar por

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.