retificando

Mim não conjuga verbo

Guarde bem essa frase: mim não conjuga verbo. Ela servirá para que você não cometa um dos erros mais comuns da língua portuguesa, sobretudo no Brasil. Afinal, ninguém sai por dizendo: mim quer comida; mim vai pra casa; mim não gosta de você!
No nosso idioma, temos os pronomes pessoais do caso reto e os do caso oblíquo. 
Em regra, somente os pronomes pessoais do caso reto podem funcionar como sujeito de um frase. No mesmo sentido, somente estes pronomes podem "conjugar verbos".
Continue lendo e aprenda todos os detalhes sobre esse assunto.

Pronomes pessoais do caso reto

Os famosos pronomes pessoais do caso reto são:
  • Eu → primeira pessoa do singular
  • Tu → segunda pessoa do singular
  • Ele/Ela → terceira pessoa do singular
  • Nós →primeira pessoa do plural
  • Vós → segunda pessoa do plural
  • Eles/Elas → terceira pessoa do plural

São eles que devem funcionar como sujeitos. Veja os exemplo:
Ele saiu de casa cedo e foi trabalhar.
Quem saiu de casa cedo? Quem foi trabalhar? Ele!

Eu preciso estudar português diariamente.
Quem precisa estudar português diariamente? Eu!
Neste mesmo sentido, é correto dizer:
Para eu aprender português, preciso estudar.
Quem precisa estudar para aprender português? Eu!


Pronomes pessoais do caso oblíquo

Por outro lado, os pronomes pessoais do caso oblíquo são os seguintes:
  • Mim, comigo → primeira pessoa do singular
  • Ti, contigo → segunda pessoa do singular
  • Ele, ela, si → terceira pessoa do singular
  • Nós, conosco → primeira pessoa do plural
  • Vós, convosco → segunda pessoa do plural
  • Eles, elas, si → terceira pessoa do plural
Assim, o pronome oblíquo mim não pode conjugar verbos, pois não é capaz de assumir a função de sujeito.
Por outro lado, o pronome mim assume a função de objeto indireto na frase. Em outras palavras, o referido pronome serve para complementar verbos.
Veja alguns exemplos de frases com o pronome oblíquo mim:
Aprender português é muito fácil para mim.
Aprender português é muito fácil para quem? Para mim!

Neste caso, o sujeito da frase é aprender português. Trata-se de um sujeito oracional (contém o verbo aprender). Para mim é o complemento verbal chamado objeto indireto.
Note que o mim não conjugou nenhum verbo.
Mas tome cuidado com algumas cascas de banana. Por exemplo, vamos inverter a ordem...
É muito fácil para mim aprender português.
Neste caso, temos a impressão de o pronome mim está conjugando o verbo aprender. Mas não caia nessa! Houve apenas a inversão natural do sujeito e do predicado.
O sujeito continua sendo o "aprender português". Poderíamos inclusive escrever a expressão para mim entre vírgulas, pois ela está deslocada.
Para facilitar o entendimento, observe que sempre haverá uma preposição antes do pronome mim. Veja mais exemplos:
  • Você comprou um bolo para mim?
  • Para mim, o frio é melhor que o calor.
  • Ontem enviaram uma carta para mim.
Mim não conjuga verbo

Frases com erros gramaticais

Veja alguma frases pertinentes a este tema, as quais você deve evitar (o erro consiste na inversão dos pronomes eu e mim):
  • Há muitas coisas pra mim comprar no supermercado.
  • Metade das tarefas são para mim fazer.
  • Ele deu um presente para eu.
  • Querem deixar tudo pra mim fazer.
  • Fazer exercícios é importante pra eu.
  • Explique melhor para mim entender
E aí?! Ficou claro por que o pronome oblíquo mim não conjuga verbos?
Esperamos que sim. Se restou alguma dúvida, poste-a nos comentários. Compartilhe esse conteúdo com seus amigos.
Você também vai se interessar por:

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.